PARA ALÉM DAS PALAVRAS

“Existe uma realidade anterior a existência do céu e da terra. Mas esta realidade que é anterior a existência do céu e da terra nem pode ser dita como existente nem como não existente porque ela está além destas classificações de existência ou não existência do ponto de vista convencional. As coisas são como as vemos por causa da nossa mente. É a nossa mente que cria esta aparência que as coisas tem para nós, mas, no entanto, existe uma realidade subjacente a isto. Existe uma realidade formada de interdependências, sem existência inerente de cada coisa por si. O fato é que nós não a percebemos tal qual ela é. Nós não a enxergamos tal qual ela é porque a nossa mente distorce a nossa percepção com o nosso pensamento. É isto que acontece. Então há uma realidade anterior até mesmo ao céu e a terra.” Daiô Kokushi

O Dharma ou Dhamma (Pali) significa Lei Natural ou Realidade. Com respeito ao seu significado espiritual, pode ser considerado como o Caminho para a Verdade Superior. O Dharma é a base das filosofias, crenças e práticas que se originaram na Índia.

A mais antiga dessas, conhecida como Hinduísmo, é a Sanatana Dharma (ou Dharma Eterno). No Budismo, o Dharma tem um papel fundamental, pois os seres que vivem em harmonia com o Dharma alcançam o Nirvana ou libertação da Roda do Samsara ou ciclo de reencarnações.

Como doutrina moral sobre os direitos e deveres de cada um, o Dharma se refere geralmente ao exercício de uma tarefa espiritual, mas também significa ordem social, conduta reta ou, simplesmente, virtude.

No Budismo, a boa conduta, o Dharma, está indissoluvelmente ligado às Quatro Nobres Verdades e ao Nobre Caminho Óctuplo.